Programa Na Mão Certa - Mobilização Regional Pernambuco

De olho no assunto

Monitorados pontos de exploração sexual infantil

O procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT), Fábio Farias, afirmou que já foram monitorados 15 pontos para exploração sexual de crianças na Região Metropolitana do Recife. Os locais ficam em estradas federais (bares, postos de gasolina, motéis) e foram denunciados pelos conselheiros tutelares como possíveis pontos de agenciamento. O procurador lembrou que é necessário focar a apuração nos agenciadores, pois criança não se prostitui, é explorada por uma rede. O MPT está de olho também no trabalho infantil. Em janeiro, foi iniciada uma campanha de conscientização na orla da cidade, quando foram distribuídos panfletos e adesivos.

ANDI


20% das grávidas são adolescentes

Estudo realizado pelo Ministério da Saúde, em 2009, constatou que cerca de 20% das gestantes de Olinda (PE) são adolescentes. Por causa disso, a Prefeitura do município fechou parceria com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) a fim de capacitar os profissionais que trabalham nas maternidades. O objetivo é realizar um modelo de atenção diferenciado às meninas atendidas, acompanhando a paciente também após sua saída da unidade e, assim, reduzir os índices de gravidez na adolescência e prevenir a gravidez reincidente. O processo de capacitação aconteceu nos dias 22 e 23 de março, no Seminário de Acolhimento da Gravidez na Adolescência , destinado a representantes dos vários segmentos envolvidos.

ANDI


Tráfico de pessoas: jovens são as maiores vítimas

As vítimas do tráfico para a exploração sexual são, em sua maioria, adolescentes do sexo feminino que vivem em situação de vulnerabilidade social. Segundo a coordenadora do Programa Observatório da Exploração Sexual do Coletivo Mulher Vida, Adriana Duarte, essas meninas são recrutadas com propostas enganosas. Pesquisa realizada pelo Centro de Prevenção às Dependências (CPD) com jovens do Recife demonstra a vinculação da exploração sexual com o tráfico de pessoas. Cerca de 58% das jovens exploradas sexualmente com fins comerciais afirmou que viajaria com um "cliente", enquanto 35% delas já o fez. Para a secretária de Assistência Social do Recife, Karla Menezes, o tráfico de crianças e adolescentes está ligado a outras práticas criminosas, como o tráfico de drogas e a exploração do trabalho infanto-juvenil.

ANDI


Contra a exploração sexual durante Copa no Brasil

Cerca de 100 profissionais como agentes de turismo e empresários participarão de cursos de capacitação para prevenir a exploração sexual de crianças e adolescentes. A ideia é que eles atuem como multiplicadores nas 12 unidades federativas cujas capitais receberão jogos da Copa do Mundo de 2014, em seis estados da Região Norte, em Santa Catarina , em Mato Grosso do Sul e na Paraíba. O projeto está sendo lançado pelo Ministério do Turismo e pela Universidade de Brasília (UnB). A proposta é que esses multiplicadores façam cursos ministrados pelo Centro de Excelência em Turismo da UnB para a prevenção à exploração sexual infantojuvenil em atividades turísticas. As unidades federativas envolvidas no projeto são: Amazonas, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Mato Grosso, Acre, Rondônia, Roraima, Amapá, Pará, Tocantins, além de Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e da Paraíba.

Agência Brasil

 

 

  Leia também  

PPEVS e a mudança no cenário pernambucano
S. M. Rainha Silvia da Suécia Visita Pernambuco e fortalece ações locais
Programa Na Mão Certa é apresentado em evento da ASSESUAPE
PM mapeará pontos de exploração sexual em estradas de Pernambuco
Ação empresarial: Camargo Corrêa sensibiliza motoristas

 

Voltar