Programa Na Mão Certa

De olho no assunto

Estudo mapeia exploração sexual em 100 cidades

As 12 capitais que sediarão a Copa do Mundo de 2014 estão entre as 100 cidades com maior número de casos de exploração sexual de crianças e adolescentes no país. Os dados estão na prévia da Matriz Interssetorial 2011 – Cenários do Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Realizado em maio, o mapeamento mostra que as regiões Centro-Oeste e Nordeste geram o maior número de ocorrências pelo Ligue 100. Os dados servirão para organizar o enfrentamento em quatro frentes: Copa do Mundo, grandes obras, rodovias e fronteiras.
O Dia - 31/07/2011

Jogos online escondem temas eróticos

Jogos infantis encontrados gratuitamente na internet contêm conteúdos sexuais apelativos. Especialistas divergem quanto ao impacto desse tipo de game na formação psíquica, ética e moral da criança, mas concordam que os jogos estimulam a sexualidade precoce e podem tornar a criança mais vulnerável a agressores que costumam frequentar este tipo de site. O problema exige diálogo entre pais e filhos para evitar que as crianças tornem-se alvo de violência sexual. Por conter imagens de personagens seminus, também é preciso que a criança seja alertada sobre os riscos da exposição da nudez.
O Estado de S.Paulo – 03/08/2011

PF desmonta rede com conteúdo de violência sexual contra crianças

Como parte da uma ação realizada em quatro estados brasileiros, a Polícia Federal desbaratou uma rede na internet com conteúdo de violência sexual contra crianças que era comandada por 10 adolescentes em Santa Catarina. Os sites com conteúdo de exploração sexual de crianças e adolescentes são constantemente monitorados e, toda vez que são acessados, a polícia identifica o IP do computador. Se, além de acessar o conteúdo, o usuário replicá-lo para outras pessoas, a PF solicita à Justiça a quebra de sigilo e apreensão do equipamento.
Jornal de Santa Catarina – 15/07/2011

Denúncias crescem, mas os cuidados não

O Disque 100 recebe cerca de 50 denúncias por dia de suspeitas de violência sexual contra crianças e adolescentes. Mas, mesmo com o significativo crescimento da reação popular, o país ainda precisa melhorar a estrutura para atender as vítimas. Um exemplo é o fato de existirem no país 13 programas contra esse tipo de crime, que juntos atendem 86% dos municípios. No entanto, a rede de proteção ainda é falha, pois apenas 20% das cidades têm delegacias especializadas ou juizados da infância para esse tipo de atendimento.
Correio Braziliense – 19/05/2011

 

  Leia também  

Novo mapeamento deve ficar pronto até o final de outubro
Atlantica Hotels amplia alcance do enfrentamento
Apoio Institucional: Arcor do Brasil
Convite: Associação Beneficente Santa Fé
Ação Empresarial: Gerdau
Ação Empresarial: Localfrio
Ação Empresarial: Sulcargo
Globo Estrada Na Mão Certa

 

Voltar