Programa Na Mão Certa

De olho no assunto

Reportagens embasam estudo sobre exploração sexual

Estudiosos do Núcleo de Família, Gênero e Sexualidade (Fages), vinculado à Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), investigarão se a chegada de trabalhadores para as obras da Refinaria Abreu e Lima e da Petroquímica de Suape (PE) tem relação com o aumento de gravidez na adolescência e da exploração sexual. O estudo tem como fonte a série de reportagens “Os filhos de Suape”, publicada no Diário de Pernambuco na segunda quinzena do mês de maio.
Diário de Pernambuco

Facebook contra a pornografia infantil

O Facebook anunciou uma nova iniciativa para tentar coibir a divulgação de pornografia infantil: o site passará a filtrar todos os arquivos em busca de representações de crianças e adolescentes em contexto sexual. A tecnologia utilizada, conhecida como Photo DNA, baseia-se na comparação das fotos e dos vídeos postados com arquivos relacionados à pedofilia que já constam no banco de dados do Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas, organização norte-americana que monitora casos de exploração sexual infantil. Depois que a imagem é eliminada, as páginas dos usuários são canceladas e os órgãos competentes ao redor do mundo são avisados sobre as atividades.
Correio Braziliense

Bahia tem o maior índice de denúncias

Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), a Bahia é o estado brasileiro que mais registra denúncias de abusos de exploração sexual infanto-juvenil. Os números fazem parte de um levantamento do Disque 100, serviço nacional ligado à Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH). Em Salvador, das 5.757 denúncias de violência sexual registradas na Delegacia Especializada em Crime Contra Criança Adolescente (Derca), de 2008 a 30 de março de 2011, só 479 foram apuradas. Deste total, apenas 56 procedimentos foram finalizados. Em 2011, 1.522 ocorrências foram registradas na unidade especializada da Polícia Civil baiana. Do total, 23 resultaram em prisões em flagrantes, de acordo com levantamento feito até o dia 13 de maio.
Correio da Bahia

Denúncias de violação de direitos

Segundo o Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca-Emaús), de maio de 2003 a novembro de 2010 foram realizadas quase 143 mil denúncias de violação de direitos de crianças e adolescentes em todo o Brasil. Pela ordem, as situações mais denunciadas são: negligência, violência sexual e violência física e psicológica. Nos últimos cinco anos, só o estado do Pará notificou 27.317 casos de abuso sexual. Como para cada ocorrência notificada há três ou quatro não-notificadas, estima-se que esse número chegou a 100 mil casos no período.
O Liberal

 

  Leia também  

Atualização cadastral começa em julho
Observatório disponibiliza galeria de Ações Empresariais
Ação Empresarial: ABAD/ADEMIG
Globo Estrada Na Mão Certa disponível no boletim
Ações do 18 de maio vinculadas ao Faça Bonito
Empresas realizam atividades autônomas no 18 de maio

 

Voltar