Programa Na Mão Certa

Ação Empresarial: Camargo Corrêa Cimentos

Foi um dos maiores esforços concentrados de sensibilização e mobilização da história do Programa Na Mão Certa. Ao longo de uma semana, 1585 caminhoneiros receberam maciças doses de cidadania e de práticas de valorização dos direitos humanos.

Em ações realizadas no pátio da Camargo Corrêa Cimentos nas cidades mineiras de Pedro Leopoldo e Santana do Paraíso, os mais de 1500 motoristas assistiram palestras, participaram de vivências, receberam material didático e promocional.

Os motoristas também puderam falar abertamente de como é a vida nas estradas e de quais são os problemas que mais enfrentam no dia-a-dia. Muitos deles, inclusive, deram importantes testemunhos de ações que fizeram para enfrentar a exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas, como chamar o Ligue 100 ou contatar as autoridades para estancar uma situação de violência sexual contra crianças e adolescentes.

“A ação é voltada integralmente para o motorista. Durante uma semana ele é o centro das atenções”, comenta Marcelo Pereira, analista de logística da Camargo Corrêa Cimentos. “O foco é o enfrentamento da exploração de crianças e adolescentes nas estradas, mas a gente fala de tudo, de DST, de higiene, de direitos humanos, de saúde e de família”.

Os 1585 motoristas que participaram da semana de mobilização também tiveram a oportunidade de assinar o que Marcelo chama de livro de compromissos. É uma formalização do processo, ou seja, o motorista passa pela sensibilização e firma o compromisso se ser um agente de proteção dos direitos de crianças e adolescentes.

 

  Leia também  

O Plano Estratégico e a qualificação das empresas
Ministra fala sobre o Programa Na Mão Certa
Apoio Institucional: Arcor
Apoio Institucional: MAN Latin America
Ação empresarial: Rimatur
De olho no assunto - resumo das principais notícias

 

Voltar