Programa Na Mão Certa

Ministra vai priorizar direitos da criança e do adolescente

A nova ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, tem os temas ligados à criança e ao adolescente como principal eixo de sua trajetória na vida pública. Em 2003 e 2004, por exemplo, foi relatora da comissão parlamentar de inquérito que investigou as redes de exploração sexual de crianças e adolescentes no país.

Logo em seus primeiros dias de gestão, a ministra deu o tom de como atuará à frente da secretaria: prioridade aos temas ligados aos direitos de crianças e adolescentes. “Uma de nossas primeiras ações será avaliar se o Estado brasileiro respeita os direitos de crianças e adolescentes que mantém sob tutela em abrigos públicos”, disse a ministra em entrevista ao repórter Roldão Arruda, do jornal O Estado de S. Paulo.

Outro tema prioritário é o enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes. “A ministra se emocionou tanto ao falar do tema da exploração sexual de crianças e adolescentes que em dois momentos seus olhos ficaram marejados”, disse o jornalista. “Quem conhece a ministra sabe que isso é comum desde a época da CPI”.

Os antecessores de Maria do Rosário, Nilmário Miranda e Paulo Vannuchi, colocaram em primeiro plano a temática dos desaparecidos durante a ditadura. Maria do Rosário explicou que esses temas continuarão na pauta. “Mas a prioridade agora é a criança e o adolescente”, disse ela.

Parcerias entre governos, empresas e sociedade civil organizada, como essa que acontece no Programa Na Mão Certa, certamente terão muito a contribuir para que as metas da ministra se transformem em resultados concretos. A união de esforços será o principal motor para mudar o cenário inaceitável em que crianças e adolescentes tem seus direitos sistematicamente violados.

 

  Leia também  

Plano estratégico do Programa Na Mão Certa
Apoio institucional: Votorantim Cimentos
Apoio institucional: Braskem
Ação Empresarial: Transcodil
Ação Empresarial: Eka Bahia
De olho no assunto - resumo das principais notícias

 

Voltar