Programa Na Mão Certa

De olho no assunto

Encontro em Roraima discute tráfico de crianças

Situado em uma tríplice fronteira, Roraima é uma localização estratégica para as rotas de tráfico internacional de meninas e mulheres para fins de exploração sexual. Duas rotas de passam pelo estado: uma liga o Brasil à Venezuela e outra à Guiana inglesa. Por isso, o estado foi escolhido como sede do III Encontro Nacional da ReDesap - Rede Nacional de Localização e Identificação de Crianças e Adolescentes Desaparecidos. O encontro foi realizado no início de novembro e concluiu com a divulgação da Carta de Roraima, que será referência para as ações governamentais e não governamentais no enfrentamento ao desaparecimento de crianças e adolescentes do Brasil.
Link para a Carta de Roraima
. Andi, BVNews e Direitos da Criança


UFS: 48% dos caminhoneiros de SE usam anfetaminas

Pesquisadores da Universidade Federal de Sergipe (UFS) chegaram a um dado alarmante quanto ao risco de acidentes fatais nas rodovias que cortam o Estado: 48% dos caminhoneiros sergipanos admitem utilizar psicotrópicos estimulantes por mais de três vezes por semana para inibir o sono e dirigir por mais tempo; 18% deles fazem uso dessas substâncias por cinco vezes ou mais a cada sete dias. O perfil de caminhoneiro mais suscetível a utilizar as anfetaminas são aqueles que trabalham com cargas perecíveis, que exigem certa urgência para chegar ao destino final.
Plenário SE


Livro aborda as causas de 40 mil mortes anuais no trânsito

Escrito por Roberto DaMatta com os pesquisadores João Gualberto Vasconcellos e Ricardo Pandolfi, o livro Fé em Deus e pé na tábua – ou como e por que o trânsito enlouquece no Brasil busca compreender a epidemia de 40 mil mortes no trânsito por ano - o que nos torna o quinto pior país do mundo nesse quesito e representa uma das principais causas de morte das crianças no Brasil. O antropólogo conclui que nosso terrível comportamento nas ruas é fruto de uma sociedade que ainda não aprendeu a ser igualitária e a se libertar de seus traços aristocráticos. De uma elite que sempre rechaçou o transporte coletivo e que adotou o carro como símbolo de superioridade social. De uma crença irracional em uma proteção divina que compensaria os riscos corridos ao volante. De uma mentalidade hierárquica ainda regida pela lógica do “Você sabe com quem está falando?”, segundo a qual obedecer a lei é sintoma de inferioridade.
Blog da Carla Rodrigues, Revista Trip, ONG Criança Segura


Brasil investe no combate à pedofilia na internet

A cada mês, 700 abusos sexuais contra crianças e adolescentes são registrados na rede mundial de computadores, uma média de 23,33 por dia, quase um por hora. O Brasil está entre os quatro países do mundo com o maior volume de distribuição de imagens e vídeos referentes ao abuso sexual infantil. Esses dados são da ONG SaferNet Brasil, que recebe denúncias de pedofilia e outros crimes cibernéticos. Preocupados com a velocidade com que essa prática criminosa ganha espaço na internet, autoridades governamentais e operadoras de telecomunicação estão buscando soluções para identificar os praticantes deste crime. A principal ferramenta é o software Vigia Data Retention, que controla tudo o que usuário fez usando a internet. A solução está no mercado há seis anos e já tem sido usada por operadoras de telefonia com atuação no Brasil, que assinaram no final de 2008 um acordo de mútua cooperação com o Ministério Público e Polícia Federal. O sistema armazena dados cadastrais de usuários, bem como os de conexão, por um período de três anos.

 

  Leia também  

Da Coordenação: apoio ao programa PPVES
Depoimento Especial de Crianças e Adolescentes
Em debate o novo Plano Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual
Apoio Institucional: Julio Simões
Apoio Institucional: Grupo Toniato
Ação Empresarial: Gerdau

 

Voltar