Programa Na Mão Certa

Brasil debate prevenção da exploração sexual na Copa

A experiência sul-africana no enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes durante a Copa do Mundo de Futebol em 2010 vai ajudar os brasileiros a organizar a Copa 2014. Representantes do trade turístico e do governo da África do Sul foram convidados a participar de um encontro nacional preparatório em Brasília, nos dias 6 e 7 de outubro, cujo objetivo é planejar as ações preventivas para o megaevento esportivo. A iniciativa faz parte do Programa Turismo Sustentável e Infância, do Ministério do Turismo, apoiado pela Childhood Brasil.

“Vamos trabalhar na elaboração de um documento que sirva de referência para diversas campanhas até 2014”, informa o coordenador de programas da Childhood Brasil, Itamar Gonçalves. “Queremos fazer uma análise das vulnerabilidades das crianças e adolescentes durante a Copa. Outra ideia é que a sociedade civil e o governo construam uma matriz de responsabilidades na prevenção, isto é, definam quem faz as ações e como trabalhar em rede”.

Entre as medidas propostas pelo Programa Turismo Sustentável e Infância estão a criação de um Código Nacional de Conduta no Turismo e a instalação de comitês municipais para acompanhar a implantação das metas do projeto. O governo e as entidades que fazem parte do programa prevêem também a divulgação no Brasil e em outros países das normas estabelecidas na legislação brasileira sobre a exploração sexual infanto-juvenil e um esforço diplomático para fazer com que turistas estrangeiros envolvidos nesse tipo de crime sejam julgados em seus países de origem.

Com informações da Andi.

 

  Leia também  

Evento apresentará projetos do Programa Laços de Proteção
Mobilizações no Dia Internacional contra a Exploração Sexual
Correlação entre exploração sexual e pobreza
Ação empresarial: voluntários da Gerdau promovem passeata
De olho no assunto - resumo das principais notícias

 

Voltar