Programa Na Mão Certa

Ação direta com caminhoneiros

Grandes transportadoras e embarcadoras movimentam volumes gigantescos de carga, quase toda ela transportada por via terrestre. Desde o lançamento do Pacto Empresarial, empresas desses setores deram apoio significativo às ações propostas pelo Programa Na Mão Certa e pelo Projeto de Educação Continuada.

Os frutos começaram a ser colhidos em 2006, com o lançamento do Pacto Empresarial. Agora, as ações estão bastante maduras e alcançam um número crescente de motoristas e de pessoas que, de uma forma ou de outra, podem ajudar a acabar com a exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas brasileiras.

Essas empresas entendem que caminhoneiros preparados para lidar com o problema agregam valor a cadeia de negócios. Além de evitar a exposição a riscos complementares ao do próprio crime de exploração sexual de criança ou adolescente (tais como tráfico de drogas e assalto) um motorista bem treinado pode ajudar a salvar a vida de uma criança ou adolescente em situação de risco, ao lidar com o caso de forma correta e equilibrada, entrando em contato com os órgãos competentes.

Julio Simões e Revista Caminhoneiro

A Revista Caminhoneiro, aliada do Programa e parceira de grandes empresas, participou de uma ação conjunta com a Julio Simões. A iniciativa focou principalmente a figura do caminhoneiro e ocorreu no Espaço do Caminhoneiro, localizado na Dutra em Guarulhos.

O evento começou com um “abraço grátis” protagonizado por 30 palhaços voluntários, funcionários da Julio Simões e da ONG Canto Cidadão, que faz a formação do grupo.

Essa autêntica “palhaçada” usou a alegria e a abordagem lúdica para tocar em temas de grande importância para o enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes. Ela foi comandada pelo experiente palhaço Doutor Cidadão, que usou a alegria e o abraço para relaxar o pessoal e deixá-los à vontade para ouvir a mensagem ligada ao problema.

Depois do abraço grátis aconteceu uma palestra que ficou lotada de caminhoneiros. Ercio Gomes, coordenador de treinamento da Julio Simões Logística e multiplicador capacitado pelo Programa Na Mão Certa falou por quase duas horas sobre a importância do caminhoneiro se engajar em ações de enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas.

No dia 20, em Mogi das Cruzes, ainda no âmbito dessa iniciativa, mais de 400 pessoas assistiram a palestra ministrada pela Coordenadora de Programas da Childhood Brasil, Anna Flora Werneck. Ela falou na II Conferência Navegar com Segurança, organizada pelo Instituto Julio Simões no auditório do Cemforpe (Centro Municipal de Formação Pedagógica Prof. Boris Grinberg).

O projeto Navegar com Segurança é uma iniciativa da Childhood Brasil e visa proteger crianças e adolescentes de situações de violência e abuso sexual via Internet.

Grupo Gafor

As ações do Grupo Gafor não se limitam ao dia 18 de maio. Assim como todas as empresas listadas nessa matéria, o grupo realiza ações sistemáticas durante o ano todo, principalmente no que diz respeito à sensibilização dos caminhoneiros.

Durante a semana de 17 a 21 de maio a empresa realizou ações focadas no Dia de Enfrentamento nas filiais de Cubatão e Jundiaí. Foram colocados cartazes e banners da campanha Faça Bonito .

 Nos televisores disponíveis na sala dos motoristas foram apresentados diversas vezes filmes sobre o dia 18 de maio e sobre o Programa Na Mão Certa.

A empresa também fez um DDS (Diálogo Diário de Segurança) com os motoristas sobre o tema. Um DDS é uma palestra rápida antes do início de uma atividade.

Também foram enviados e-mails e cartazes da campanha para todos os colaboradores da empresa no país. E mais: apesar das iniciativas acordadas pelo Pacto Empresarial se limitarem, por enquanto, apenas ao Brasil, o Grupo Gafor também aproveitou a ocasião para protagonizar uma iniciativa inovadora e sensibilizar seus colaboradores no Chile, na Argentina e no Uruguai.

Suzano e Julio Simões

Em comemoração aos 10 anos do Dia Nacional do Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes - 18 de maio, a Suzano Papel e Celulose promoveu, em parceira com a Julio Simões, diversas atividades ligadas ao Programa Na Mão Certa.

Uma das mais importantes foi a Semana de Treinamento do Programa Na Mão Certa, que ocorreu de 17 a 21 de maio. A Suzano realizou treinamentos, palestras, distribuição de cartilhas e exibição do filme “O Brasil Na Mão Certa”. O objetivo foi conscientizar e educar todos os colaboradores que trafegam nas rodovias a estimular a denúncia à exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas brasileiras por meio do Ligue 100.

Grupo LC

O dia 18 de maio no Grupo LC começou com um café da manhã especial para os motoristas. Com a participação do Comitê do Programa Na Mão Certa, a empresa organizou um debate sobre a importância de conscientização e da responsabilidade de todos no enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas.

Os motoristas receberam informações sobre o Programa Na Mão Certa, sobre o Pacto Empresarial e sobre o motivo do dia 18 de maio ter sido escolhido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

O Grupo LC distribuiu camisetas com os materiais da campanha Faça Bonito, falou sobre as ações realizadas pela Childhood Brasil e exibiu o filme Mudança de Rumo, distribuído pelo Sest-Senat que também desenvolve ações de enfrentamento. “Houve muitos comentários e todos se mostraram muito comprometidos com a causa”, frisou Alda Akemi Okamatsu, da Área de Qualidade da empresa. “Ainda estamos no início da implementação do Programa na Mão Certa. Esperamos contribuir com esta causa que precisa tanto da ajuda de todos nós”.

 

  Leia também  

Recorde de ações empresariais
Empresas vestem a camisa e sensibilizam a comunidade
Parceria entre empresas, comunidade e Poder Público
Ações para o público interno e para a comunidade
Ações pontuais

 

Voltar