Programa Na Mão Certa

Gestão Participativa e os novos rumos do Programa Na Mão Certa

Em 2010, o Programa Na Mão Certa inicia uma etapa fundamental para a continuidade das ações de enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras. Presente no planejamento estratégico dos primeiros cinco anos do Programa, o processo de Gestão Participativa iniciou com o objetivo de que as empresas participem diretamente da gestão estratégica e da coordenação do Programa, ao mesmo tempo em que desenvolvam ações de enfretamento do problema em sua cadeia de valor.

Através do gerenciamento e da responsabilidade assumida sobre sua cadeia produtiva, cada empresa signatária do Pacto Empresarial contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras pode ajudar a mudar a vida de milhares de crianças. Foi com esse entendimento que nasceu o Programa Na Mão Certa, como uma forma de ajudar as empresas a entenderem seu potencial de contribuição na construção de um ambiente de negócio mais justo, responsável e sustentável.

Com o início da Gestão Participativa, inicia-se também uma nova fase, onde as responsabilidades são divididas e onde o setor empresarial passa a decidir de forma estratégica sobre os rumos e as ações de enfrentamento desse problema tão constante nas nossas rodovias.

Esse novo modelo de gestão é composto por Núcleos de Inovação , formandos por empresas signatárias do Pacto Empresarial. Organizados por temas e por setores , os núcleos agrupam empresas que possuam ações e formas de atuação em comum. Entre os temas estão: gestão de pontos vulneráveis nas estradas; expansão do Programa para a América do Sul; Proteção e Prevenção e a Educação Continuada. Outros núcleos também estão divididos entre os setores: Indústrias e Embarcadores; Transporte, Logística e Distribuição; e Concessão de Rodovias.

Todos estes núcleos são formados por 30 diferentes empresas e entidades empresariais, que já elegeram seus representantes (A lista completa, você encontra a seguir) No dia 11 de novembro, os coordenadores dos Núcleos de Inovação elegeram, por consenso, a empresa C&A Modas para assumir a função de empresa diretora do Comitê.

Apesar da diretoria e das coordenações já estarem eleitas, todas as empresas signatárias ainda podem ingressar nos Núcleos de Inovação. Se sua empresa ainda não faz parte e tem interesse de participar e contribuir, entre em contato com a coordenação do Programa através do e-mail .

Não deixe de participar. O sucesso do Programa Na Mão Certa depende da seriedade e do comprometimento de cada uma de suas empresas apoiadoras.


 

  Leia também  

Grandes conquistas e novos desafios
Três anos do Programa Na Mão Certa
Encontro reúne empresas, Governo e sociedade civil
Oficinas e workshops reforçaram ações de formação em 2009

 

Voltar