Programa Na Mão Certa

Programa integra ações de RSE da Veracel

Em março de 2007, a Veracel integrou um importante grupo de empresas do setor de celulose que abraçou o enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras. Hoje, com quase três anos de adesão ao Pacto Empresarial, a empresa encontra-se ainda mais engajada com a causa, sendo uma das grandes apoiadoras do Programa Na Mão Certa no ano de 2009.

Atuante em regiões de poucas oportunidades e grandes carências sociais, a Veracel adotou o Programa Na Mão Certa como parte integrante e permanente de seu programa de Responsabilidade Social Empresarial. Ao lado de ações de educação, saúde e geração de renda, as ações de enfrentamento à exploração sexual fazem parte de uma estratégia da empresa para contribuir para a promoção da qualidade de vida em todas as regiões em que possui influência.

Para a empresa, além de uma ação social, o apoio ao Programa é uma forma de disseminação de boas práticas e uma tentativa de influenciar outras empresas a também se comprometerem com a causa. “Através do apoio ao Programa Na Mão Certa, incentivamos nossas empresas fornecedoras a também serem signatárias do Pacto Empresarial e buscamos garantir o engajamento nessa iniciativa”, afirma a gerente de sustentabilidade da empresa, Eliane Anjos.

Desde a assinatura do Pacto Empresarial, a Veracel busca realizar ações significativas no setor de celulose. Entre as principais está a divulgação do Programa em mídias do setor, além do treinamento e da mobilização de motoristas que prestam serviço à empresa. Em parceria com transportadoras que também apóiam o Programa, as ações educativas já alcançaram mais de 600 motoristas. Além disso, foram formados 20 multiplicadores através de oficinas. A partir da formação, os colaboradores tiveram melhor desempenho em ações de sensibilização e de distribuição de materiais informativos e educativos aos caminhoneiros.

Entre os desafios identificados pela Veracel no setor de celulose estão a articulação das empresas em prol de ações socialmente responsáveis, o fortalecimento do sistema de proteção de crianças e adolescentes em situação de risco e a transformação dos motoristas em agentes de proteção da infância e da adolescência. “Estamos buscando fortalecer os laços entre a empresa e a comunidade local, unindo esforços pela proteção de nossas crianças e jovens”, declara Eliane. Para ela, “a exploração sexual de crianças e adolescentes é uma questão social delicada, mas que precisa de enfrentamento”.

  Leia também  

Revista reforça ações no Dia das Crianças
Programa Na Mão Certa ganha Prêmio Vladimir Herzog
Série do Canal Futura aborda a exploração sexual de crianças e adolescentes
Childhood Brasil auxilia cidade paraense na construção de Plano Municipal de Enfrentamento
Ação empresarial: Gerdau realiza blitz educativa
Programa participa de evento para capacitação de policiais
De olho no assunto - resumo das principais notícias

 

Voltar