Programa Na Mão Certa

Livro alerta crianças cegas contra exploração e abuso sexual

A empresa paranaense Rodolatina Logística e Transportes, signatária do Pacto Empresarial e maior operadora logística do segmento de silos no Brasil, acaba de colocar em prática um importante projeto de responsabilidade social: O Mundo de Dina, livro que pretende contribuir com a erradicação do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes. A iniciativa tem como objetivo orientar pais e educadores, sensibilizar a sociedade sobre o tema abuso sexual infantil e incentivar o diálogo entre a criança e um adulto de sua confiança. O grande diferencial do material é a adaptação para ser lido também por crianças cegas.

O projeto O Mundo de Dina visa ajudar meninos e meninas a perceber uma ação inadequada, por meio de uma linguagem apropriada e infanto-juvenil. Para os pais, a proposta é fornecer informações sobre como ajudar as crianças, considerando a delicadeza do tema. Diante dessas premissas, o projeto busca: levar informação ao maior número de crianças e adultos; sensibilizar a sociedade; divulgar o conceito de abertura para o diálogo entre a criança e um adulto de sua confiança; fornecer informações para que os adultos saibam como apoiar uma criança que esteja sofrendo abuso sexual; levar informações sobre o tema também a crianças com deficiência visual.

O livro é resultado de uma parceria firmada entre as organizações sem fins lucrativos Universidade Livre para a Eficiência Humana (Unilehu), Save the Children Suécia, Fundação Dorina Nowill para Cegos e Instituto HSBC Solidariedade.

Para a elaboração do conteúdo do livro O Mundo de Dina, a equipe responsável pela concepção do projeto adaptou historietas que explicam a Convenção sobre os Direitos da Criança. Elaboradas pela entidade Save the Children Suécia, as histórias também estão reunidas em um software multimídia interativo, destinado ao público de 7 a 13 anos. Além disso, foi lançada uma edição especial em formato Braille, acompanhada por CDs de áudio.

Para Fabiana Silvestrini, idealizadora do projeto, a ideia de O Mundo de Dina surgiu devido ao fato de haver poucos livros infanto-juvenis voltados para deficientes visuais em função do alto custo de impressão. “Tenho experiência com trabalhos desenvolvidos para esse público desde 2002 e posso constatar que há uma carência de literatura em Braille e tinta compartilhados por conta do alto custo de impressão. O projeto trabalha com o conceito de inclusão, focando em leitores com visão normal, baixa visão ou deficiência total da visão”, ressalta.

Para a diretora executiva da Unilehu, Yvy Abbade, o diferencial de O Mundo de Dina consiste em fornecer orientação por meio de uma metodologia adequada. “O projeto destaca-se por proporcionar o acesso à informações através da adaptação, de forma acessível, de um livro que aborda a temática do abuso sexual infantil, tendo como referencial a metodologia de uma organização sem fins lucrativos, internacionalmente reconhecida na área do direito das crianças, como a Save the Children Suécia. No âmbito nacional, há a reconhecida experiência da Unilehu no trato com a pessoa com deficiência”, explica.

Aquisição e distribuição do material

Na primeira fase do projeto, programado para ser executado em dois anos, dois mil exemplares em formato tinta e braille compartilhados de O Mundo de Dina estão sendo distribuídos gratuitamente às crianças do Paraná cadastradas no banco de dados da Fundação Dorina Nowill para Cegos. Após essa etapa, o projeto será levado às escolas por meio de apresentações teatrais destinadas a crianças e capacitação direcionada a educadores abordando o tema do abuso sexual, além de explicar a metodologia da Save the Children Suécia.

O foco de O Mundo de Dina são alunos do ensino fundamental, além de diretores de escolas, professores, pedagogos e orientadores. “A importância de projetos sociais como esse é o envolvimento das pessoas, no sentido que alguém sempre aprende alguma coisa, desde o voluntário até criança ou o educador que irão ser beneficiados. Há um ganho na valorização do ser humano”, completa a idealizadora do projeto.

O sucesso do livro, porém, está abrindo uma nova oportunidade. Quase todos os dois mil exemplares produzidos já foram distribuídos. Por isso, empresas interessadas em adquiri-lo podem ajudar em novas remessas de impressão, através da divisão dos custos. Interessadas podem entrar em contato através do e-mail responsabilidadesocial@rodolatina.com.br.

 

  Leia também  

3º Encontro Empresarial Na Mão Certa está com inscrições abertas
Artigo: Política, cláusula ou código de conduta?
Apoio institucional: C&A declara apoio ao Projeto de Educação Continuada
Ação empresarial: Syngenta inaugura espaço para caminhoneiros
De olho no assunto - resumo das principais notícias

 

Voltar