Programa Na Mão Certa

Programa Na Mão Certa inicia Gestão Participativa

No dia 30 de março, a coordenação do Programa Na Mão Certa esteve reunida com representantes de empresas signatárias do Pacto Empresarial para iniciar uma etapa fundamental para a continuidade das ações de enfrentamento, educação e prevenção da exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras. Previsto no planejamento de cinco anos, foi iniciado um processo de gestão participativa, que, em um primeiro momento, pretende aumentar o compromisso e o envolvimento das empresas signatárias com a gestão e a coordenação do Programa.

Para este primeiro encontro, todas as signatárias, indiferentemente do setor em que atuam e do tempo de apoio ao programa, foram convidadas. A intenção, segundo a consultora Eva Dengler, foi analisar, conjuntamente, as possíveis formas com que as empresas possam participar da gestão, desde a programação de eventos até a definição de passos futuros. “Este foi o primeiro encontro para avaliarmos de que forma as empresas podem, desde agora, colaborar de maneira efetiva nas ações do Programa. Elas devem estar envolvidas no plano gestor, o que não é apenas um desafio, mas exige também bastante compromisso e empenho”, afirma.

Previsto na missão e visão do Programa, até o final do próximo ano, o enfrentamento da exploração sexual deve ser tema permanente na agenda não só das empresas, mas também do Governo e do Terceiro Setor. O objetivo é estabelecer atuação articulada no desenvolvimento e na implementação de ações de prevenção, enfrentamento e atendimento. A intenção é também fazer do Programa Na Mão Certa uma ação sustentável, onde as redes estabelecidas movam as ações, e onde os três setores da sociedade, juntos, ajudem a divulgar o Programa e a promover sensibilizações e mobilizações com envolvimento e compromisso sólidos e contínuos.

Exemplo dessa integração intersetorial é a cooperação técnica que está havendo entre empresas signatárias, OIT e Polícia Rodoviária Federal para o desenvolvimento de novos critérios de mapeamento de pontos de risco nas rodovias federais. Também serve como exemplo a negociação, em andamento, de cooperação técnica e operacional entre OIT, SEST/SENAT e o Programa Na Mão Certa, para mobilização da sociedade para o tema da exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas e para outros temas relativos ao mundo do trabalho do caminhoneiro, como saúde e segurança.

Durante esta primeira reunião, foi constatada a necessidade da divisão das empresas signatárias em grupos menores, para otimizar as discussões e ordenar melhor as ações a serem tomadas. “Levantou-se a possibilidade de dividirmos as empresas que estarão envolvidas na gestão participativa do Programa por setores, por exemplo. Outra possibilidade é a divisão por núcleos temáticos – Articulação, Educação, e Proteção e Prevenção. A partir desses grupos de trabalhos, ações específicas serão discutidas e planejadas, como o Encontro Empresarial e o almoço com a Alta Gestão, eventos que foram planejados pela coordenação nos anos passados, mas que, já em 2009, serão planejados pelo comitê de gestão participativa.” explica a consultora. “A partir dos grupos menores, a idéia é eleger um representante de cada um, que vai passar a integrar o Comitê de Gestão Participativa formando, assim, um grupo de trabalho que poderá contemplar todas as expectativas empresariais”, completa.

Todas as possibilidades levantadas durante essa primeira reunião estão sendo avaliadas. A definição dos grupos setoriais, a formação do grupo gestor e as primeiras ações que envolvem os eventos previstos para o segundo semestre de 2009 serão consolidadas no próximo encontro, que acontecerá no dia 15 de junho. Mesmo as empresas que não estiveram presentes no primeiro encontro serão convidadas por e-mail e poderão participar, desde que haja o compromisso e a vontade de trabalhar no Programa.

 

  Leia também  

Presidente da FenaPRF fala sobre mudanças e desafios do novo programa da Polícia Rodoviária Federal
Programa é apresentado em simpósio pela igualdade de gênero
Childhood forma 750 profissionais em defesa da criança e do adolescente
Ação empresarial: Vobeto Transportes e Camargo Corrêa Cimentos promovem Semana Na Mão Certa
Uma em cada três denúncias que chegam ao Ligue 100 é de violência sexual
De olho no assunto - resumo das principais notícias

 

Voltar