Programa Na Mão Certa

Copagaz e Pamcary apóiam o Encontro e dão exemplo de integração entre
programas de RSE

A troca de experiências e a apresentação de boas práticas realizadas pelas empresas signatárias foi um dos principais objetivos do 2º Encontro Empresarial Na Mão Certa. Além de apoiar o evento, as empresas Copagaz e Pamcary também colaboraram com a apresentação de casos de sucesso que podem servir de modelo para as demais signatárias. Dentro do painel de Educação, as empresas mostraram como conseguem integrar o Programa Na Mão Certa com os demais programas, eventos e ações de RSE apoiados.

Através do Instituto Cuidando do Futuro, a gerenciadora de riscos Pamcary desenvolveu o programa Motorista Socialmente Responsável. Com ele, a empresa busca educar e conscientizar motoristas de veículos de carga e, através da informação e da instrução, formar profissionais socialmente responsáveis. Atualmente, a Pamcary possui um banco de dados com cerca de 1.400.000 motoristas cadastrados. Para serem aceitos, além das avaliações tradicionais, os motoristas também são avaliados quando às noções de responsabilidade social e ambiental. A partir dessas análises, os índices de reprovação dos candidatos a motorista na Pamcary chegam a 12%.

Além de integrar o enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas desde o processo de seleção de seus motoristas, a Pamcary também inclui a causa em palestras e treinamentos, materiais de formação e educação, comunicações didáticas e no programa de saúde laboral. “Em todas as palestras e treinamentos, a Pamcary fala sobre a exploração sexual de crianças e adolescentes. Também incluímos o tema na cartilha distribuída aos caminhoneiros e incorporamos os pontos de risco de exploração ao nosso rotograma, que indica ao motorista quais as rotas mais seguras e onde estão os pontos perigosos da estrada”, explicou o diretor de gerenciamento de risco da Pamcary, Darcio Centoducato. “Temos sempre o cuidado de não condenarmos o motorista, mas trazê-lo para o Programa de forma que ele se sinta valorizado por ajudar a causa”, reforçou.

Já a Copagaz, distribuidora de GLP, integrou o Programa Na Mão Certa ao Programa de Adoção de Princípios Socioambientais (PAPS), desenvolvido pela empresa. Criado em 2006, o PAPS é um programa que visa sensibilizar e engajar todos os parceiros da Copagaz no exercício da Responsabilidade Socioambiental já praticado. Ele tem o compromisso de atuar na incorporação e na ampliação da gestão socialmente responsável e das relações comerciais com todos os parceiros. Com o PAPS, a Copagaz envolve simultaneamente, em todos os programas que apóia, revendedores, funcionários, sócios, fornecedores, consumidores, governo e comunidade.

A Copagaz possui, atualmente, uma frota de 550 veículos, mais de 800 motoristas e filiais em 19 Estados brasileiros. Além de integrar o Programa Na Mão Certa aos demais programas de RSE, a empresa proporciona, através do PAPS, que todas as filiais também se envolvam com a causa. “Divulgamos o Programa em todos os meios que disponibilizamos, como cartilhas, filmes e canais diversos. O Programa Na Mão Certa também foi inserido no treinamento e nos manuais distribuídos aos motoristas, junto com informações como o guia de conduta e o manual de segurança”, afirmou o gerente de informática da Copagaz, Reinaldo Melero. “Também divulgamos o Ligue 100, distribuímos os materiais do programa, acompanhamos e tiramos dúvidas de todos motoristas”, completou.

 

  Leia também  

Pedro Trucão é o novo aliado do Programa Na Mão Certa
Atenção especial ao motorista
Os desafios da Educação Continuada

 

Voltar