Programa Na Mão Certa

Binotto mobiliza empresas parceiras em ações conjuntas

A transportadora Binotto e o Instituto Serrano no Trânsito e Transporte (Isett) estão realizando uma série de ações em conjunto com empresas parceiras, também signatárias do Pacto Empresarial. O objetivo é divulgar o enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias entre todos os motoristas e colaboradores de apoio aos profissionais da estrada, da Binotto e das parceiras.

Nas sedes das empresas parceiras, o Isett, Instituto mantido pela Binotto para formação de profissionais da área de transporte, ministra cursos onde os colaboradores conhecem o Programa, os objetivos e as expectativas. Também recebem um botton e materiais educativos, participam de palestras de sensibilização e de formação, com dinâmicas e atividades em grupo. Ao final do curso, todos são convidados a assumirem publicamente o compromisso com o enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas.

“Durante os cursos, procuramos oportunizar a participação do nosso cliente e também de outras empresas, criando uma corrente cada vez maior de envolvidos, mesmo que indiretamente, nesta causa”, afirma a responsável pelo setor de Comunicação e Responsabilidade Social na Binotto, Roberta Faria.

Em abril, a Binotto e o Isett estiveram na Suzano em Mucuri (BA), onde participaram colaboradores das duas empresas e motoristas de outras transportadoras. Em julho, a empresa levou o curso à Vale em Belo Horizonte (MG), e, no mesmo mês, os colaboradores da Binotto que atendem a Honda participaram do treinamento, realizado em Lages (SC).

Ainda em julho, estiveram nas filiais paulistas da Duratex em Botucatu, Agudos e Itapetininga. “Para a Binotto, esse encontro foi muito especial, pois pudemos, além de formar nossos profissionais, fazer um trabalho junto com a Duratex, cliente que nos convidou para participar do Programa Na Mão Certa em 2006”, afirma Roberta. As palestras na Duratex contaram com a participação de mais de 150 colaboradores e de alguns líderes da comunidade e representantes de órgãos municipais.

“Nossa expectativa é conseguir, até o final do ano, visitar todas as macro operações, conseguindo o envolvimento de mais de 2 mil motoristas em uma grande corrente pela erradicação da exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras”, completa.

 

  Leia também  

Lançada a segunda edição da Revista Na Mão Certa
"Como esposas de caminhoneiros, também temos o dever de denunciar"
Ação Empresarial: Caminhão da Julio Simões divulga Programa nas estradas
Ação empresarial: UniMar comemora dia do motorista
De olho no assunto - resumo das principais notícias

 

Voltar