Programa Na Mão Certa

18 de maio: preparativos começaram em Cuiabá

O Comitê Municipal de Enfrentamento da Violência, Abuso e Exploração Sexual promoveu a primeira reunião de preparação visando as ações do Dia Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual, realizado em todo o país no dia 18 de maio.

Criado em 2005, o Comitê é formado por mais de 30 organizações governamentais e não-governamentais, que mantêm ações continuas de prevenção e enfrentamento ao abuso, exploração e violência. Fazem parte do Comitê entidades como OAB, Polícia Rodoviária Federal, secretarias municipais de Saúde, Assistência Social e Educação, Conselho da Criança, Câmara de Vereadores e o Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Codeca).

Da reunião preparatória participaram representantes de dezenas de organizações. A coordenadora do Centro de Referência Especializada em Assistência Social (Creas-Sentinela) e integrante da Coordenação Executiva do Comitê, Dilma Camargo, explicou que 18 de maio é a data em que Araceli Cabrera Crespo, 8 anos, desapareceu da escola onde estudava, em Vitória (ES).

A menina foi espancada, estuprada, drogada e morta. Seu corpo, o rosto principalmente, foi desfigurado com ácido. Seis dias depois, o corpo foi encontrado num terreno baldio, próximo ao centro da cidade.

Em Cuiabá, o registro dos casos de violência contra criança e adolescente reduz gradativamente, conforme dados da Coordenação dos Conselhos Tutelares. Em 2005, as unidades contabilizaram 187 casos. No ano seguinte, foram 126, em 2007, 87 fatos e, neste ano, já são 16.

Mas, apesar da queda, o problema ainda preocupa as autoridades, até porque 80% dos agressores estão dentro de casa, o que significa dizer que são pessoas próximas, como pais, padrastos, avôs, tios, primos.

Para Dilma Camargo, a redução dos casos – embora haja uma sub-notificação – se deve a uma maior mobilização da sociedade no combate a esses tipos de crime.

  Leia também  

Ministro convoca sociedade a enfrentar a exploração sexual de crianças e adolescentes
Aracaju sedia Workshop sobre serviço de enfrentamento à violência
Programa Na Mão Certa é estratégico na Transmagna
Vale do Ivaí quer mobilizar caminhoneiros e familiares
De olho no assunto - resumo das principais notícias

 

Voltar