Programa Na Mão Certa

Manual de Compras Sustentáveis leva em conta o enfrentamento da exploração sexual nas estradas


Orientação sobre compras responsáveis

Um dos grandes desafios para dar efetividade às soluções sustentáveis é engajar a rede de fornecedores, de modo a prevenir problemas ambientais e sociais na cadeia produtiva. Com esse propósito, o Centro Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), sediado no Rio de Janeiro, criou o Manual de Compras Sustentáveis, que orienta as empresas sobre práticas e políticas de compra, buscando garantir a sustentabilidade dos negócios.

O manual apresenta dicas e propõe caminhos para a empresa realizar compras focadas no desenvolvimento sustentável. O objetivo é orientar para a adoção das melhores práticas socioambientais na contratação dos fornecedores. Isso ajuda a conscientizar o próprio fornecedor, que também buscará práticas sustentáveis, de modo a se manter competitivo em um mercado cada vez mais preocupado com os impactos socioambientais. O modelo propõe critérios que vão além da análise comercial, valorizando fornecedores e produtos que buscam se diferenciar no tema da sustentabilidade. Nesse cenário, a escolha das compras muda de “menor preço” para “melhor preço”.

Dentre as premissas apresentadas pelo manual, está a de ter uma estratégia de compras eficiente, através de planejamento e gestão que leve em conta uma série de critérios na escolha dos fornecedores, tais como: relação com o meio ambiente; consumo de água e energia; desenvolvimento local; emissão de gases poluentes; relação com os trabalhadores; gestão de resíduos; responsabilidade social no transporte de cargas.

O manual mostra que o transporte de cargas é um importante indicador de sustentabilidade para as empresas, uma vez que mantém a cadeia produtiva alinhada a premissas focadas na ética e nas preocupações socioambientais. Envolve logística, saúde e segurança e também ações de responsabilidade social. Nesse quesito, o manual propõe a aplicação de um questionário às empresas candidatas ao fornecimento de transporte de cargas.

No item “questionário de seleção de transporte rodoviário de carga”, dentre as perguntas a serem feitas às candidatas, está a de se a empresa participa do Programa Na Mão Certa ou de iniciativas similares. Sendo assim, a participação da transportadora no Programa Na Mão Certa conta pontos favoráveis na verificação do grau de sustentabilidade. “Restam grandes desafios para as empresas que desejam incorporar a sustentabilidade em seu dia a dia, como, por exemplo, poder aplicá-la de forma prática em suas atividades e ao longo de sua cadeia produtiva”, diz Marina Grossi, presidente do CEBDS, enfatizando a importância das ações de responsabilidade social na cadeia produtiva das grandes.

Conheça o manual

O CEBDS reúne expressivos grupos empresariais do país, com faturamento de cerca de 40% do PIB e responsáveis por mais de um milhão de empregos diretos. Foi a primeira instituição no Brasil a falar em sustentabilidade a partir do conceito Tripple Bottom Line, que propõe a atuação das empresas sustentada em três pilares: o econômico, o social e o ambiental. É o representante no país da rede do World Business Council for Sustainable Development (WBCSD), a mais importante entidade do setor empresarial no mundo, que conta com quase 60 conselhos nacionais e regionais em 36 países, além de 200 empresas multinacionais que atuam em todos os continentes.

 

Para saber mais, visite o site do CEBDS.
Também é possível fazer o download do manual, em PDF.

  Leia também  

Pesquisa mostra grau de satisfação das empresas participantes do Programa Na Mão Certa
Brasil se mobiliza contra o tráfico de mulheres e crianças
Patrocinadores 2014: Grupo CCR
Patrocinadores 2014: C&A
Patrocinadores 2014: Elog Logística
Globo Estrada Na Mão Certa
De olho no assunto - resumo das principais notícias

 

Voltar