Programa Na Mão Certa

De olho no assunto

Série especial de reportagem mostra infância esquecida nos portos da Copa

A partir de um projeto vencedor da Categoria Impresso, do VII Prêmio Tim Lopes de Jornalismo Investigativo, o Jornal Correio Braziliense revela os abusos sofridos por crianças e adolescentes em terminais marítimos e fluviais das cidades sedes do Mundial de Futebol. A equipe do Correio viajou 8 mil quilômetros e visitou quatro capitais para conhecer a realidade de quem vive em áreas onde o crescimento econômico nem sempre é sinônimo de avanço social. Clique aqui para conhecer a série. Prêmio Tim Lopes de Jornalismo Investigativo é uma iniciativa da Childhood Brasil e da Agência de Notícias dos Direitos da Infância (ANDI).

Fonte: Correio Braziliense

Campanha mobiliza 17 países contra exploração sexual

Com o aumento do número de turistas no Brasil este ano, em função do Mundial de Futebol, surge também o risco do crescimento de casos de exploração sexual de crianças e adolescentes. Para reduzir esse impacto, o Conselho Nacional do SESI e a Frente Nacional de Prefeitos (FNP) lançam a campanha internacional Não Desvie o Olhar, que é coordenada no exterior pela rede ECPAT (sigla do inglês End Child Prostitution And Trafficking – Fim da Prostituição e do Tráfico Infantil). No Brasil, a campanha terá início neste mês e envolverá as 12 cidades-sede da Copa, junto a prefeituras, governos estaduais e parceiros locais. Para alcançar os objetivos, a mensagem da campanha estará presente em todo o percurso a ser realizado pelos turistas, nacionais e internacionais, envolvendo, principalmente, o trade turístico que receberá esse torcedor.

Fonte: Revista Zelo

Lançamento da Caravana Siga Bem

Patrocinada pela Petrobras, Petrobras Distribuidora e Volvo Caminhões, a 8ª edição da Caravana Siga Bem foi lançada nesse mês em São Paulo. Em sua oitava edição, a Caravana este ano terá duas equipes percorrendo um total de 30 mil quilômetros, passando por 95 municípios de 20 estados. Dentre os objetivos da Caravana, está o enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas.

Fonte: Caravana Siga Bem

Número de casos de tráfico de pessoas aumenta muito no Brasil

Um levantamento do Conselho Nacional do Ministério Público mostra que vem crescendo o número de pessoas que procuram a Justiça para denunciar o tráfico de pessoas. A pesquisa do Ministério Público registrou queixas de pessoas trazidas do exterior e de brasileiros levados para outros países, mas é cada vez mais comum o tráfico dentro do território brasileiro, principalmente envolvendo crianças e jovens. Desde o ano 2000, o Ministério Público registrou em todo o Brasil 1.758 casos envolvendo a entrega de filho menor para adoção ilegal, o uso de pessoas submetidas ao trabalho escravo e à exploração sexual, entre outros crimes catalogados na pesquisa como tráfico de seres humanos.

Fonte: Bom Dia Brasil

Medo de sofrer preconceito desencoraja vítima a denunciar

A maior parte das vítimas de violência sexual silencia, afirma o coordenador do Serviço de Violência Sexual do hospital Pérola Byington (SP), Jéferson Drezett. Ele estima que 80% das vítimas jamais chegam a comunicar a alguém o que aconteceu. Na avaliação do médico, o medo de sofrer preconceito é um dos fatores que desencorajam a busca por ajuda. A promotora de Justiça Maria Gabriela Prado Manssur, que é coordenadora do Núcleo de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher - Grande São Paulo II, diz que a polícia não está preparada para atender casos de vítimas de violência sexual

Fonte: R7

 

  Leia também  

Mobilize a sua empresa para o 18 de maio
Abertas as inscrições para o Melhor Motorista de Caminhão do Brasil 2014
Programa Transportadora da Vida: pela humanização do trânsito
Ação Empresarial: Trans Várzea
Patrocinadores 2014: Arcor do Brasil
Patrocinadores 2014: Gerdau Aços Longos
Globo Estrada Na Mão Certa

 

Voltar