Programa Na Mão Certa

De olho no assunto

Ligações ao Disque-Denúncia desbaratam rede de exploração sexual de crianças e adolescentes no RN

Agentes de proteção da 1ª Vara da Infância e da Juventude autuaram uma boate, na zona Sul de Natal (RN), por exploração sexual de adolescentes. Segundo o juiz Homero Lechner, a identificação de uma garota de 17 anos, proveniente de São Paulo, demonstra a ação de redes de exploração. “Ela é natural de São Paulo e não caiu em Natal de paraquedas. Alguém está por trás disso. É preciso investigar como foi que essa menina parou aqui”, disse o magistrado. O delegado Reginaldo Pereira Soares, da Delegacia Especializada de Atendimento ao Adolescente (DCA), confirmou que há várias investigações que convergem para a existência de redes de exploração na cidade. “Tudo começou com ligações ao Disque-Denúncia”, explicou o delegado. O Disque-Denúncia atende pelo número 100, em qualquer telefone. Não é preciso se identificar.

Fonte: G1

Polícia descobre rede de exploração sexual em MS

A Polícia descobriu, com a prisão de um funcionário público de Corumbá (MS), uma rede de exploração sexual de adolescentes, que estariam mantendo relações sexuais em troca de convites para festas, boates e eventos da alta sociedade do município. Tudo começou com a localização de uma adolescente de 15 anos, que estava desaparecida e foi encontrada na casa do funcionário público, que tem 40 anos. No local, foram apreendidas drogas e fotos de crianças e adolescentes nuas.

Fonte: Dourados News

Campanha do Ministério do Turismo visa o Mundial de Futebol

Em preparação para o Mundial de Futebol, o Ministério do Turismo está lançando em várias cidades a campanha “Proteja nossas crianças e adolescentes da violência”, que trata da prevenção da exploração sexual de crianças e adolescentes por todo o país. O objetivo é prevenir o crime também durante o Mundial de Futebol. A campanha já foi lançada em Fortaleza, Salvador, Goiânia e Olinda. Clique aqui para conhecer a campanha.

Fonte: Ministério do Turismo

Anistia Internacional: 150 milhões de meninas sofreram agressão sexual

A saúde e a vida de milhões de pessoas em todo o mundo estão sendo ameaçadas por falhas de governos para garantir os direitos sexuais e reprodutivos da população, mostra a Anistia Internacional, que lançou uma campanha global sobre o assunto. “É inacreditável que no século 21 alguns países ainda tolerem casamento infantil e o estupro marital, enquanto outros proíbem aborto, sexo fora do casamento e a união entre pessoas do mesmo sexo, que são até puníveis com pena de morte”, disse Salil Shetty, secretário-geral da Anistia Internacional.Um estudo publicado pela organização destaca o aumento da repressão dos direitos sexuais e reprodutivos em muitos países que priorizam políticas repressivas sobre os direitos humanos e liberdades básicas. Segundo a Anistia Internacional, 150 milhões de garotas com menos de 18 anos já foram agredidas sexualmente e 142 milhões de meninas correm o risco de ser obrigadas a casar, de 2011 a 2020.

Fonte: Agência Brasil

Campanha da Fraternidade pode atuar contra turismo sexual no Mundial de Futebol

Campanha da Fraternidade de 2014, que tem como tema “Fraternidade e Tráfico Humano”, pode ser usada também para conscientização e denúncias sobre possíveis casos de exploração sexual no país durante a Copa do Mundo e as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro (RJ). A opinião é do cônego Álvaro Augusto Ambiel, de Campinas (SP). Segundo o Ministério do Turismo, o mundial de futebol deve trazer 600 mil turistas estrangeiros e outros três milhões de brasileiros vão circular pelo país nos 30 dias de jogos. As partidas são entre os dias 12 de junho e 13 de julho. “Estamos esperando mais de 600 mil pessoas para a Copa do Mundo. Pessoas que vem para a Copa do mundo e pessoas que vem para outros tipos de copas. Nós temos que trabalhar, conscientizar, denunciar e participar com todos os organismos que lutam para a dignidade do ser humano, independente de condição social, econômica, política, e religiosa”, afirma o religioso.

Fonte: G1

 

  Leia também  

A proteção da infância e da adolescência durante os grandes eventos esportivos
O papel da mulher no enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas
No carnaval, empresas se mobilizam para proteger os direitos de crianças e adolescentes
TransKothe implanta ações permanentes em defesa dos direitos de crianças e adolescentes
Rodofama realiza ações do Programa na orla do rio Guaíba
Apoio Institucional: Mercedes-Benz
Globo Estrada Na Mão Certa

 

Voltar