Programa Na Mão Certa

Semana Na Mão Certa da Camargo Corrêa Cimentos atrai 593 profissionais do asfalto

De 22 a 26 de outubro, a Camargo Corrêa Cimentos realizou a I Semana Na Mão Certa em sua fábrica de Pedro Leopoldo (MG). Palestras, teatro, música, serviços de saúde e bem-estar e atividades de conscientização atraíram 593 profissionais do asfalto, que aderiram à campanha levando consigo a cartilha, a camiseta e o adesivo. Até o final do ano, a meta é promover eventos similares nas demais unidades do grupo.

"A próxima atividade está programada para Santana do Paraíso (MG)", informa o gerente industrial Maurício Queiroz, um dos oito integrantes da equipe que organizou a programação. A iniciativa, realizada em parceria com entidades como o Conselho Tutelar, Conselho Municipal de Defesa da Criança e do Adolescente, Delegacia da Mulher, Instituto Camargo Corrêa, WCF-Brasil, Voluntários da Cauê, Promotoria Pública, Prefeitura Municipal, Projeto Sentinela, Polícia Rodoviária Estadual e Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de Minas Gerais, também teve a participação de transportadoras que prestam serviço à Camargo Corrêa Cimentos .

Rodolatina, Transvalente, Cesa, Usifast e Suprema disponibilizaram todos os recursos necessários para realização do evento. Segundo Queiroz, a Rodolatina sugeriu a fixação de adesivos do Programa Na Mão Certa contra a exploração sexual de crianças e adolescentes em seus 214 caminhões.

O gerente destaca a excelente receptividade que a I Semana Na Mão Certa obteve junto ao público-alvo. "Só na blitz educativa tivemos a participação de 181 caminhoneiros", exemplifica. Além disso, os motoristas sugeriram que o conceito deve se expandir para todo o país. "Nas conversas, a maioria sempre citou o Nordeste como a região onde a presença de menores em situação de risco nas estradas é mais crítica", lembra o executivo.

A Dra. Simone Belezzia, promotora pública de Pedro Leopoldo, destaca que vários fatores que levaram ao sucesso do evento. Segundo ela, o de maior destaque foi o trabalho em equipe e as parcerias realizadas: "Todos demonstraram um grande interesse e motivação em levar informações aos profissionais do asfalto com objetivo de esclarecer e facilitar a vida daqueles que transportam além do progresso material, o progresso moral.".

A atuação da Camargo Corrêa Cimentos no enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias não vai parar por aí. Para 2008, a empresa planeja estruturar melhor suas ações por meio de debates com seus parceiros para definir a estratégia e o plano operacional. "Tem de haver continuidade", afirma Queiroz.

  Leia também  

Lançados os indicadores de acompanhamento do Programa Na Mão Certa
Senac divulga Na Mão Certa no litoral paranaense
Seminário debate enfrentamento na Paraíba
De olho no assunto – resumo das principais notícias

 

Voltar