Programa Na Mão Certa

Programa qualifica 294 profissionais de empresas em 2012

O Programa Na Mão Certa promove anualmente uma série de formações para pontos focais, que são os responsáveis dentro das empresas pela execução do Programa, e para os multiplicadores, aqueles que fazem o contato direto com os motoristas das empresas. Neste ano, 294 profissionais foram qualificados, 81 como pontos focais e 213 como multiplicadores.

Dezesseis formações foram promovidas durante os Ciclos de Workshops Regionais, realizados em São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife e Curitiba. Nelas, 72 pontos focais e 112 multiplicadores que atuam em diferentes empresas foram formados. O objetivo dessas qualificações é aprofundar o conhecimento desses profissionais sobre o enfrentamento da exploração sexual nas estradas e promover a troca de experiências e lições aprendidas.

“A capacitação com multiplicadores é muito importante para que esses profissionais possam atuar com outros funcionários e, assim, repassarem as informações que recebem durante o treinamento”, afirma Diogo Mac Cord, analista de logística da Gerdau Aços Longos. Este ano, 17 funcionários da empresa participaram da capacitação para multiplicadores.

Outras cinco oficinas foram realizadas no formato in company , no qual consultores do Programa Na Mão Certa capacitaram grupos de profissionais em formações realizadas dentro da própria empresa. Com esse modelo, 101 multiplicadores e nove pontos focais foram qualificados. Esse formato é indicado para grandes empresas, devido ao custo-benefício. A SABB e a Rota das Bandeiras são algumas das empresas que aderiram a esse modelo de formação.

Para Marcela Rezende, analista de responsabilidade social da Rota das Bandeiras, quando o treinamento é feito dentro da própria empresa mais pessoas participam. Neste ano, cerca de 50 funcionários da empresa foram capacitados para atuarem como multiplicadores. “É um momento esclarecedor. É importante que os integrantes tenham conhecimento do projeto desenvolvido pela empresa e entendam qual o papel deles nisso”, diz Marcela.

Rosana Junqueira, coordenadora do Programa considera a qualificação dos profissionais essencial para fornecer conhecimentos específicos para os pontos focais e para os multiplicadores. “Com mais informação e treinamento, os profissionais têm subsídios para trabalhar melhor a causa internamente”, diz.

A Pernambucanas, por exemplo, aderiu ao Pacto Empresarial em outubro de 2012, e desde o princípio investe no treinamento da equipe. Oito profissionais já passaram pelas qualificações este ano, seja como multiplicadores ou como pontos focais.

As formações in company são oferecidas ao longo do ano todo. Para mais informações, entre em contato com a Central de Atendimento ( ). Acompanhe também nosso boletim para informações sobre as formações que serão realizadas no próximo ano durante o Ciclo de Workshops Regionais.

 

  Leia também  

Programa Na Mão Certa fecha o ano com balanço positivo
Comitê de gestão participativa colabora com conquistas e desafios do Programa
Trucão acredita no engajamento empresarial para o enfrentamento da exploração sexual nas estradas
Grandes Eventos: Brasil deve se preparar para proteger as crianças
Empresas compartilham experiências sobre ações desenvolvidas
Globo Estrada Na Mão Certa

 

Voltar