Programa Na Mão Certa

Aprenda também como aplicar os conteúdos dos Guias Na Mão Certa nas atividades de sua empresa

Dos oito Guias Na Mão Certa disponibilizados pelo Programa Na Mão Certa para a educação continuada de caminhoneiros, os dois primeiros volumes são os que tratam de forma mais direta a questão da exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas. Seus conteúdos mais incisivos chamam o caminhoneiro a se engajar no enfrentamento deste crime, explicando não só como é importante mobilizar toda sociedade para proteger a infância, mas também demonstrando que a atuação do caminhoneiro nesta causa é particularmente fundamental.

Após avançar na conscientização da magnitude e gravidade deste problema, o multiplicador da empresa signatária deve usar um terceiro material de referência — o Guia do Agente de Proteção, Edição Especial que mostra como o caminhoneiro deve proceder caso queira denunciar um flagrante ou uma suspeita de exploração sexual infanto-juvenil. De maneira didática e ilustrativa, descreve as funções de cada pessoa do sistema de garantia de direitos, tanto aqueles que atendem e investigam denúncias quanto os que trabalham no acolhimento e apoio de vítimas.

Volume 1: Caminhoneiro, dirija por um novo Brasil

Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Conselhos Tutelares, Ministério Público, Varas Especializadas da Infância, ONGs... há muitos atores envolvidos na proteção da criança e do adolescente, mas os pontos de exploração e violação de seus direitos são tão disseminados ao longo das estradas que esse enfrentamento exige a dedicação de todos.

O uso deste guia é importante, pois resgata a auto-estima do caminhoneiro: números mostram como seu serviço de transporte faz a economia brasileira girar, e como isto faz dele um dos profissionais mais responsáveis no mercado. De maneira geral, pesquisas citadas no Guia mostram que o caminhoneiro é uma pessoa que valoriza sua família e veste a camisa da empresa — afinal, a carga não pode esperar.

Por rodar nos cantos mais remotos do Brasil, visitando lugares e presenciando situações das quais a grande maioria dos brasileiros só ouve falar, o caminhoneiro é peça fundamental na notificação e acionamento dos órgãos responsáveis por garantir os direitos da criança e do adolescente.

Dicas de como desenvolver os conteúdos do Volume 1:

  • Explicar como os caminhoneiros, ainda que separados por longas e diferentes rodovias, podem resgatar condições mais dignas de vida pessoal, familiar e profissional ao selarem a união esforços individuais;
  • Perguntar a eles como se dão suas relações familiares e profissionais, tendo em vista, principalmente, os momentos que passam fora de casa, nas estradas;
  • Organizar rodas de conversas para esclarecer que o Guia 1 aborda parte dos desafios encontrados pelos caminhoneiros em seu trabalho, reforçando a importância desse profissional no enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras

 

Volume 2: Os direitos da criança e do adolescente

A infância e a adolescência são etapas essenciais no processo de formação de valores, referências e identidade que determinará as principais características de uma pessoa no futuro. Trata-se de uma fase de descobertas e aprendizagem, o que implica em cometer erros e acertos, viver alegrias e tristezas. Assim, o indivíduo se desenvolve física, sexual e psicologicamente no seu próprio ritmo — forçar esse amadurecimento pode prejudicá-lo de forma irreversível. Por isso, crianças e adolescentes dependem de proteção e orientação de adultos para ter sua sobrevivência assegurada e trilharem seu próprio caminho rumo à maturidade.

Partindo dessa definição, presente no Estatuto da Criança e do Adolescente, este guia demonstra como esse dispositivo jurídico estabelece todas as salvaguardas legais para sua proteção. Os colegas de estrada Geraldo e Marcelo, personagens do Programa, relembram que todo adulto já foi criança e teve um mínimo de espaço de tempo para poder brincar e aprender.

A absorção do conceito de infância traz a compreensão de que não se pode esperar de uma criança atitudes, escolhas e modos de pensar de um adulto. A sensibilização de motoristas que pouco ou nunca refletiram sobre a exploração passa por aí: uma criança desacompanhada que comercializa seu corpo não está nessa por vontade própria. O Guia lista uma série de fatores sociais e familiares que explicam como a rede de prostituição e tráfico de pessoas alicia, intimida e violenta crianças. O Estatuto prevê penas de quatro a dez anos de reclusão para os agressores. E a condenação não recai apenas sobre o cafetão ou a pessoa que usufrui do serviço sexual de crianças ou adolescentes: o caminhoneiro pode denunciar postos de beira de estrada ou pátios onde a exploração ocorre.

Dicas de como desenvolver os conteúdos do Volume 2:

  • A partir das histórias de vida dos próprios caminhoneiros, construa de forma colaborativa as definições de infância e adolescência;
  • Mostrar como as diferenças entre o Estatuto da Criança e do Adolescente e o antigo Código de Menores refletem os avanços da Constituição de 1988 no tocante ao respeito à infância

 

Edição Especial: Guia do Agente de Proteção

Antes de assumir o compromisso de atuar como agente de proteção dos diretos da criança e do adolescente, o caminhoneiro precisa saber a quem recorrer para registrar sua denúncia. O caminho mais fácil é o serviço de denúncia anônima Disque 100, mas também é possível dirigir-se aos Conselhos Tutelares (existentes em quase todos municípios), à Polícia Rodoviária Federal (que realiza atendimento pelo Disque 191) ou aos promotores do Ministério Público.

Mais: como um cidadão que exerce seu dever, ele deve ter claro em sua cabeça qual o caminho que a denúncia trilha, desde sua notificação aos órgãos competentes, passando pela averiguação dos fatos até a condenação dos infratores — e este não é o último passo: há também a necessidade imperativa de acolher as vítimas da exploração sexual, prestando todo apoio psicológico para, se possível, harmonizar a convivência familiar e reintegrar essa pessoa à sociedade por meio de oficinas e atividades comunitárias.

A mentalização deste fluxograma de atendimento e enfrentamento a casos de exploração sexual fará com que o agente saiba quais as atribuições de cada um dos atores da defesa dos direitos da criança e do adolescente, acompanhando sua atuação e cobrando resultados. Assim, o caminhoneiro terá condições de saber se seu esforço fez ou não a diferença.

 

Dicas de como desenvolver os conteúdos desta Edição Especial:

  • No momento da entrega desta edição, use o Volume 2 como referência e fale sobre os direitos da criança e do adolescente;
  • Após ler o Guia com o caminhoneiro, explique como ele pode agir: quem deve procurar, para quem precisa ligar, o que deve fazer se o caminho que escolheu não está dando certo

 

Cada volume traz uma ficha de avaliação, na qual o caminhoneiro pode se expressar fazendo críticas, sugerindo assuntos a serem discutidos nas próximas reuniões, ou relatando histórias de sua experiência de vida relacionadas ao tema. Estimular os motoristas a avaliar o Projeto de Educação Continuada do Programa Na Mão Certa é fundamental para que o multiplicador, com este retorno devidamente registrado, planeje junto com a Coordenação os próximos passos do Programa na empresa.

Ciclo de Workshops Regionais

Para aprender as formas de interação e abordagem mais adequadas, é fundamental que a empresa envie um profissional para fazer a formação de multiplicador, em um dos encontros do Ciclo de Workshops Regionais — atividade de formação que acontece em todo o Brasil e foca, também, a avaliação e monitoramento das ações realizadas na empresa, que devem posteriormente ser relatadas à coordenação do Programa Na Mão Certa, com o retorno recebido dos caminhoneiros.

Após concluir os treinamentos, o multiplicador recebe os Guias junto com Fichas de Apoio referentes a cada um deles. Trata-se de um material que traz mais orientações sobre como apresentar o material e como aplicá-lo junto aos caminhoneiros, essencial para consulta durante as atividades.

Disponibilizamos para download:


Instruções: A publicação do Childhood Brasil (Instituto WCF) está em formato PDF, você precisa ter o Adobe Acrobat Reader instalado. (Se necessário, clique aqui para fazer o download gratuito e instalá-lo.)

 

 

  Leia também  

Parceria entre o Na Mão Certa e Rádio Globo faz 1 ano com resultados positivos
Os danos da violência sexual sobre o processo de aprendizagem das vítimas
Denúncias na Bahia crescem 840% em seis anos
Ações da Johnson & Johnson impactam 110 motoristas e 4 mil funcionários
Interação e conscientização entre motoristas da Global Cargo é maior
Globo Estrada Na Mão Certa
De olho no assunto - resumo das principais notícias

 

Voltar