Programa Na Mão Certa

De olho no assunto

MP lança campanha para coibir violência sexual contra crianças

A cantora Ivete Sangalo gravou uma nova campanha de combate à violência sexual contra crianças e adolescentes, promovida pelo Ministério Público do Estado da Bahia. Protagonista da campanha em 2011, a cantora honrou o compromisso de seguir apoiando a causa, que este ano traz um alerta sobre as armadilhas que a internet pode oferecer às crianças e adolescentes. É a primeira vez que a campanha enfoca a utilização do ambiente virtual para a prática do crime. A campanha ganhou reforço com a criação, no MP-BA, do Núcleo de Combate aos Crimes Cibernéticos (NUCCiber), que dará apoio às atividades dos promotores de Justiça em todo o Estado e apurará os crimes praticados na rede mundial de computadores.
Fonte: G1 - 31/01

No DF a meta da Delegacia de proteção à criança é prender um agressor sexual por semana

Dados da Secretaria de Segurança Pública revelam que entre janeiro e outubro de 2011 foram registrados 671 casos de violência sexual no Distrito Federal. O número representa um aumento de 33% em relação ao mesmo período de 2010. O levantamento aponta, ainda, que 70% dos casos ocorreram dentro de casa, e 90% das vítimas foram crianças. Para reduzir esses índices, a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), estabeleceu como meta prender um agressor por semana. A DPCA acredita que as prisões vêm crescendo porque crianças, adolescentes e jovens atualmente têm mais acesso às informações e mais coragem de denunciar.
Fonte: Jornal de Brasília – 17/01

Gravidez na adolescência tem o menor índice desde 1994

A área da infância e juventude no Brasil registrou um avanço positivo em 2010: a proporção de meninas entre 10 e 19 anos que engravidam diminuiu e atingiu a menor taxa desde 1994. O número, compilado pelo Ministério da Saúde, está em queda desde os anos 2000. Em 2010, 19,3% dos bebês nascidos vivos eram de mães nessa faixa etária, contra uma proporção de mais de 23% registrada nos primeiros anos da década passada. Apesar da queda, a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de que o índice não ultrapasse os 10%. Para especialistas no tema, mudanças no ambiente escolar respondem, em parte, por esse avanço. A introdução de aulas sobre direitos sexuais e reprodutivos nos colégios, alertando para a contaminação por HIV, tornou-se o melhor canal para evitar também a gravidez.
Fonte: Gazeta do Povo – 12/01

Instituições italianas apoiam luta contra Exploração Sexual no Turismo

Em 2011, ano em que se comemorou o Momento Itália/Brasil, o projeto ViraVida, iniciativa do SESI para capacitação e inserção de jovens vítimas de exploração sexual no mercado de trabalho, ganhou o apoio de importantes instituições italianas, que se comprometeram a participar de ações para discussão e combate à exploração sexual de crianças e adolescentes a partir do próximo ano. O presidente do Conselho Nacional do SESI, Jair Meneguelli, reuniu-se com instituições públicas, não-governamentais e organizações do movimento sindical italiano para pedir apoio em ações de enfrentamento no Brasil. A comitiva brasileira reforçou a necessidade das instituições atuarem no combate ao turismo sexual, realizando campanhas de sensibilização sobre o tema. As entidades se propuseram a apoiar institucionalmente o projeto ViraVida, contribuindo para o reconhecimento internacional da iniciativa e colaborando para a empregabilidade dos jovens atendidos pelo programa, por meio da articulação junto às multinacionais que atuam no Brasil.
Empresas contra a Exploração – 05/01

 

  Leia também  

Projeto de Educação Continuada: conheça sua estratégia pedagógica para trabalhar com caminhoneiros
Childhood Brasil e Atlantica Hotels apoiam 3 organizações no Norte do país
Programa disponibiliza peças da Campanha Nacional de Enfrentamento no Carnaval 2012
Ação Empresarial: MWA
Childhood Brasil apoia ONG que fortalece vínculos familiares em região violenta do Rio
Quase 80% de crianças e adolescentes tiveram experiências negativas na web
Globo Estrada Na Mão Certa

 

Voltar