Programa Na Mão Certa

CCR inicia campanha de sensibilização

A Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR) e suas empresas, as concessionárias Ponte S.A., NovaDutra, ViaLagos, RodoNorte, AutoBan, ViaOeste, além das empresas de serviço Actua e Engelog, estão comprometidas com o Programa Na Mão Certa e com o enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias.

As primeiras ações já começaram a ser implantadas: a companhia iniciou uma campanha de sensibilização em duas de suas publicações, as revistas “Giro das Estradas” e “Chapa”, distribuídas nas rodovias administradas pelo Sistema CCR.

Com tiragem de 450 mil exemplares, as publicações abordam o problema de forma direta e trazem mensagens e orientações para o enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras.

As empresas do grupo também vão realizar encontros de trabalho mensais para discutir outras propostas. O objetivo é desenvolver ações em todas as concessionárias do Sistema e aperfeiçoar a contribuição das empresas para acabar com a exploração em suas áreas de atuação.

A CCR é o maior grupo privado de concessões de rodovias da América Latina e um dos sete mais representativos o mundo, também presente no Novo Mercado da Bolsa de Valores de São Paulo. A transparência para com o investidor é uma das premissas do negócio. Sua política de crescimento visa aumentar e diversificar a rede de rodovias administradas pelas suas concessionárias.

Nesse contexto, em 2004 a empresa uniu-se à Fundação Dom Cabral para criar o Núcleo CCR de Governança Corporativa, que tem por objetivo produzir e disseminar conhecimento sobre o tema. Em 2005, ganhou o prêmio do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa.

  Leia também  

Disque Denúncia: dois terços das vítimas são do sexo feminino
Dudalina implanta ações previstas no pacto
Curso capacita polícias para enfrentar o tráfico de pessoas
Estatuto da Criança e do Adolescente completa 17 anos
Artigo: Por que a explosão de denúncias sobre exploração sexual não causa comoção?

 

Voltar